English
Temos o prazer em comunicar sobre a importante exposição "Jean Gillon: artista-designer"do Museu da Casa Brasileira que tivemos o prazer de colaborar

A partir do dia 12 de junho (sábado), estará aberta a exposição "Jean Gillon: Artista-designer", uma realização do Museu da Casa Brasileira - instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo - e da galeria Passado Composto Século XX.

Com curadoria da galerista e colecionadora Graça Bueno e da equipe técnica do MCB, a mostra apresentará obras - datadas entre os anos de 1940 a 2005 - em todas as frentes de atuação de Jean Gillon, artista e designer nascido na Romênia, naturalizado brasileiro ao se radicar no Brasil, trabalhou também com escultura, gravura, tapeçaria, pintura, cenografia e decoração.

A exposição contará com móveis originais da época como as poltronas Jangada, Tijuca, Rio e Saci, estofados para exportação e uma poltrona criada para o Hotel Eldorado. Permeada também por desenhos, cerâmicas e outras peças, a realização apresentará a influência do artista e sua multidisciplinaridade em projetos de design em mobiliário e interiores no Brasil.

"A mostra 'Jean Gillon: Artista-designer' é mais um passo do Museu da Casa Brasileira em contribuição à composição do mosaico histórico sobre o campo do design no Brasil. Para além dos nomes consagrados e das histórias consolidadas, o Museu busca reconhecer uma construção plural, considerando momentos ainda dispersos e não incorporados pela historiografia da área", comenta Giancarlo Latorraca, diretor técnico do Museu da Casa Brasileira.

Sobre o MCB
O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, dedica-se à preservação e difusão da cultura material da casa brasileira, sendo o único museu do país especializado em arquitetura e design. A programação do MCB contempla exposições temporárias e de longa duração, com uma agenda que possui também atividades do serviço educativo, debates, palestras e publicações contextualizando a vocação do museu para a formação de um pensamento crítico em temas como arquitetura, urbanismo, habitação, economia criativa, mobilidade urbana e sustentabilidade. Dentre suas inúmeras iniciativas destacam-se o Prêmio Design MCB, principal premiação do segmento no país realizada desde 1986; e o projeto Casas do Brasil, de resgate e preservação da memória sobre a rica diversidade do morar no país.

Fotos: Mariana Chama e Ruy Teixeira

SERVIÇO De terça a domingo, das 10h00 às 18h00 Ingressos: R$ 15 e R$ 7,50 (meia-entrada)

INGRESSOS MCB JUNHO – 2021
Entrada gratuita às terças-feiras. Crianças até 10 anos e maiores de 60 anos são isentos | Pessoas com deficiência e seu acompanhante pagam meia-entrada Acessibilidade no local Bicicletário com 40 vagas | Estacionamento pago no local



Horários da Galeria: de segunda a sexta, das 10h00 às 19h00, sábado das 10h00 às 14h00. Pedimos a gentileza de agendar a sua visita por precaução e para o seu conforto no atendimento individual e em respeito à pandemia.
ALAMEDA LORENA, 1996  |  JARDINS | SÃO PAULO | SP |  BRASIL  |  CEP 01424.002 | lorena@passadocomposto.com.br