“ARTISTAS DA TAPEÇARIA MODERNA II”
PASSADO COMPOSTO SÉCULO XX APRESENTA A EXPOSIÇÃO COLETIVA
“ARTISTAS DA TAPEÇARIA MODERNA II”,
EDIÇÃO AMPLIADA DA PRIMEIRA VERSÃO DE 2012



A Galeria Passado Composto Século XX – reedita e amplia a exposição Artistas da Tapeçaria Moderna realizada em 2012 e reafirma o entusiasmo de sua diretora, Graça Bueno, pela nossa brasilidade moderna artística e única, apresentando seu acervo, contando com obras de coleções particulares, dos próprios artistas, de suas famílias e apoios institucionais para esta nova coletiva “Artistas da Tapeçaria Moderna II”.

Nesta segunda edição, que acontece a partir de 24 de outubro, a mostra expande o universo da exposição exibida em 2012 com Genaro de Carvalho (Salvador-BA, 1926-1971), Jacques Douchez (Macôn-França, 1921-São Paulo-SP, 2012), e Jean Gillon (Iasi-Romênia, 1919 – São Paulo-SP, 2007). Desta vez, unem-se ao trio, mais quatro importantes artistas: Norberto Nicola (São Paulo-SP, 1930-2007), Rubem Dario (Rio de Janeiro-RJ, 1941- Belo Horizonte-MG,1978), Edmar de Almeida (Araxá-MG, 1944) e Eva Soban (São Paulo-SP, 1950).

Praticamente todo o material desta exposição é diferente da anterior e a galeria passa a incluir também em seu acervo obras destes artistas. Os nomes reunidos aqui tem forte ligação entre si por terem participado conjuntamente de exposições coletivas, salões, bienais e trienais, nacionais e internacionais.
 
Para esta edição, a galeria convidou o experiente curador Antonio Carlos Suster Abdalla, que além de conhecedor do assunto é grande apreciador das artes têxteis, tendo realizado, entre outras muitas exposições, a curadoria de uma grande retrospectiva do artista Jacques Douchez, intitulada “Plano e Relevo – Geometrias Abstratas e Formas Tecidas” na Pinacoteca do Estado de São Paulo, em 2003.
 
Graça Bueno, diretora da Passado Composto Século XX, também assina a curadoria desta exposição por ser uma das mais interessadas pesquisadoras da tapeçaria artística no Brasil que, em acordo com outros movimentos artísticos, viveu seu ápice nos anos 1960-1980 para depois passar um período de hibernação. Uma das grandes propiciadoras da retomada do interesse nacional sobre este segmento de produção de arte foi o módulo I desta exposição, em 2012. Este evento estimulou os dois curadores a retomar o mesmo conceito, ampliando a participação de artistas e de suas obras.

Vale destacar, que também estão presentes nesta mostra, algumas excepcionais manifestações da arte têxtil nas Américas pré-colombianas, um exemplar da importante arte têxtil indígena brasileira e homenagens ao mestre francês Jean Lurçat (1892-1966) e à grande inovadora desta arte, com a Nova Tapeçaria, a polonesa Magdalena Abakanowicz. Desta artista integra a exposição a monumental tapeçaria “Helena” (1964-1965), que participou da VIII Bienal de SP em 1965, onde a artista recebeu por sua representação uma medalha de ouro.


“Somos a única galeria especializada em tapeçaria artística nacional. A galeria tem como uma de suas missões resgatar a memória e valorizar a arte e o design nacional histórico, tendo sido assim precursora em realizar exposições e pesquisas em homenagem aos artistas e designers modernos brasileiros”; afirma Graça Bueno que, junto com Abdalla selecionou uma nova coleção de estudos e cartões-modelo, tapeçarias planas e esculturais dos sete artistas. 

Nesta edição o segundo integrante do Atelier Douchez-Nicola (1959-1980), Norberto Nicola (1930-2007) também está presente. Douchez e Nicola eram egressos do histórico Atelier-Abstração (1949-1958), fundado pelo artista romeno-francês Samson Flexor (1907-1971), os dois participaram de inúmeras bienais e trienais de arte, bem como de exposições individuais e coletivas, nacionais e internacionais. Nicola sempre teve uma ligação estética com a arte indígena brasileira tanto em suas obras tecidas planas quanto em suas surpreendentes tapeçarias tridimensionais.

Os curadores também trazem à exposição outros nomes expressivos da arte têxtil como o mineiro-carioca Rubem Dario (1941-1978), uma descoberta recente, e nas palavras de Graça Bueno “um mágico das cores”. Dario teve carreira meteórica, apesar de curta, e exporá na galeria mais de uma dezena de tapeçarias e cerca de setenta cartões-modelo.  Outro artista presente o mineiro Edmar de Almeida (1944) - parceiro na década de 1970 da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992) em alguns projetos, como a exposição “Repassos” curada por ela no Masp em 1975. Edmar comparece com uma obra tridimensional.

A mais contemporânea presença é a paulistana Eva Soban (1950). Eva tem intensa presença nas artes têxteis tanto como designer quanto artista tapeceira tendo recebido um prêmio na exposição do MAM-SP em 1979. Eva é representada na mostra por uma tapeçaria tridimensional marcante, datada de 1970.

Artistas da Tapeçaria Moderna II permanece em exposição na galeria Passado Composto Século XX até o dia 20 de janeiro de 2017. “É uma excelente oportunidade para apreciar este universo encantador e redescobrir a tapeçaria moderna com o reencontro destes grandes artistas que marcaram época”, como destaca Graça Bueno. “Hoje, num momento de resgate e revalorização, a tapeçaria artística tem sido incorporada à contemporaneidade, e se apresenta como sólida e digna de toda atenção”, afirma o curador Antonio Carlos Suster Abdalla.








SERVIÇO:
Exposição coletiva: ARTISTAS DA TAPEÇARIA MODERNA II
Genaro de Carvalho, Jacques Douchez, Norberto Nicola, Jean Gillon,
Rubem Dario, Edmar de Almeida e Eva Soban

Realização e coordenação: Galeria Passado Composto Século XX
Curadoria e expografia:  Antonio Carlos Suster Abdalla e Graça Bueno
Assistente de expografia: Giovanna Verdini
Período: 24 de outubro de 2016 a 20 de janeiro de 2017
Horário:  Segunda a sexta,  das 10h00 às 19h00.  Sábado das 10h00 às 15h00
Local: Galeria Passado Composto Século XX
Endereço: Alameda Lorena, 1996 – Jardins – 01424-002 - São Paulo - SP
Entrada gratuita.
Visitas guiadas podem ser agendadas com antecedência por e-mail: lorena@passadocomposto.com.br
Site: www.passadocomposto.com.br - Instagram: @passadocompostosecxx
voltar home